Blog‎ > ‎

Chocolate antes do Ultrassom!

postado em 22 de jan de 2018 06:10 por Tiago Morandi

Consumir chocolate antes do ultrassom,  sem culpa, por uma boa causa, seria maravilhoso! Pois imagino que sempre ouviu dizer que a dica infalível para o bebê mexer no ultrassom, seria consumir um pouco (tem como?) de chocolate nos minutos que antecederem o ultrassom obstétrico.

E é verdade verdadeira!

Fonte: http://diagnosis.com.br/chocolate-antes-do-ultrassom-comer-ou-nao/

Quando a gestante está há muitas horas sem se alimentar, o bebê pode apresentar diminuição de sua movimentação. Em alguns exames, como o perfil biofísico fetal e a cardiotocografia, a movimentação fetal é um fator determinante para que a avaliação seja feita de forma adequada. Isso porque quando a criança não se movimenta, pode haver erros de interpretação por parte do médico, levando-o a aferir que o feto não está bem. Muitas vezes o problema é com a mãe, que se encontra em jejum prolongado. É aí que entra o chocolate. Por ser uma fonte rápida de glicose e também conter um certo poder estimulador, o chocolate ajuda a melhorar a movimentação fetal se a causa realmente for o jejum materno.

Mas então?

Seria muito bom se o ultrassom servisse apenas para ver o sexo do bebê e também para brincar um pouquinho com o bebezinho que logo vai chegar, fazendo a alegria dos papais ali naquele momento tão emocionante.

Mas na verdade, a ultrassonografia tem como objetivo principal, avaliar a saúde do bebê e também efetuar as medições de tronco, nuca, cabeça, membros. E essas medições tem que ser muitos sutis e delicadas, e quanto mais sossegadinho o feto estiver, mais preciso será o resultado do exame.

A realidade, é que ao consumir chocolate ou qualquer fonte de açúcar, eleva-se o índice glicêmico da mãe e do bebê. Por isso, o feto se agita mais, podendo virar totalmente de posição. Até dar piruetas! Um verdadeiro espetáculo ao vivo (para o deleite dos papais)!

Mas para o profissional que está tentando efetuar o procedimento, nem tanto, já que a agitação dificulta, de uma certa forma, a análise dos resultados.

E como dar aquela ajudinha para o bebê se mexer no ultrassom?

Após tirar as medidas do bebê, se precisar, o profissional que está realizando o ultrassom, pode usar outras técnicas para fazer o bebê se mexer. Como por exemplos, manobras na mãe virando-a de lado, pedir para a mulher tossir, apertar um pouco a barriga, enfim, outras alternativas.

Chocolate é bom demais, mas no dia do ultrassom, talvez tenha que deixá-lo para depois. Converse com o médico que realizará o procedimento

Comments